13 de fevereiro de 2013

Águas frescas


E aqui vamos nós de novo.
Uma trilha de sensações à frente.
A urgência de transbordares súbitos e olhares despertos.

Elas nunca se ausentaram daqui.
Só têm sido pontes para a voz dos outros.
Agora as quero de volta numa estrada pra dentro de mim.

Palavras: uma ponte de mim para o novo.
Breve, suspensa e lúcida sobre o meu Meno destino.

Minhas boas-vindas com águas frescas nos pés. 
Lá vamos nós de novo.
Nós, o mundo e o meu novo-velho olhar.

0 comentários:

Postar um comentário